Pesquisa no Google

 
bove=""

 

Rádio Web

Publicidade

 

No mesmo dia da condenação de Lula sem provas, a procuradoria-geral da República pediu o arquivamento de uma das ações da JBS em que o senador José Serra (PSDB-SP), um dos articuladores do golpe, é citado; Serra foi o responsável pelo projeto de entrega do pré-sal e foi acusado de receber R$ 52,4 milhões em propinas, dos quais R$ 23 milhões na Suíça; a denúncia foi feita pelo delator Pedro Novis, ex-presidente da Odebrecht; para a PGR, o caso Serra prescreveu; a questão é: a lei é igual para todos?

(BRASIL 247)