Pesquisa no Google

 
bove=""

 

Rádio Web

Publicidade

:

O motorista que invadiu o calçadão em Copacabana na noite desta quinta-feira (18), matando um bebê e ferindo outras 17 pessoas, contou em depoimento ao delegado Gabriel Ferrando, da 12a DP, em Copacabana, que o ataque epilético sofrido por ele causou um apagão; o motorista diz sofrer da doença desde os 12 anos e não lembra de ter omitido a doença ao Detran