Pesquisa no Google

 
bove=""

 

Rádio Web

Publicidade

 

Um grave acidente na Zona Norte do Recife causou a morte de duas mulheres e deixou outras quatro pessoas feridas – sendo duas crianças que foram socorrida para o Hospital da Restauração em situação extremamente crítica.

A colisão entre os dois carros aconteceu no cruzamento da Avenida Rosa e Silva com a Rua Padre Roma, no bairro da Tamarineira.

Um dos veículos, um Ford Fusion (de placa NMN – 3336), tinha apenas um homem dirigindo. Ele foi socorrido para a UPA da Caxangá com ferimentos leves.

O outro carro, uma Toyota RAV4 (de placa OEZ 4943), tinha cinco ocupantes. Um casal com seus dois filhos e uma outra mulher – que, de acordo com informações, trabalhava como babá para a família.

As duas mulheres ainda foram levadas para o HR, mas chegaram sem vida. Maria Emília Guimarães, 39 anos e funcionária do Tribunal de Justiça, teve sua morte confirmada. Seu marido, o advogado Miguel Motta Filho, está sendo operado neste momento no Hospital Santa Joanna. Ele quebrou várias costelas, mas não corre risco de morte.

Um dos filhos do casal está sendo submetido a uma cirurgia de emergência no Santa Joanna. O estado é gravíssimo. A outra criança, uma menina, foi levada para o Hospital da Restauração com traumatismo craniano. Os médicos equilibraram seus sinais vitais para submetê-la a uma cirurgia de emergência.

Sobre a babá, chamava-se Rosiana Maria de Brito. Ela  estaca estava grávida, segundo familiares.

De acordo com testemunhas, o Ford Fusion estava em alta velocidade no momento da colisão – quando cruzava a Avenida Rosa e Silva.

O carro estava sendo dirigido por João Victor Ribeiro de Oliveira, 26 anos. Ele sofreu apenas ferimentos leves e foi levado à Central de Flagrantes, onde fez o teste do bafômetro, que teria comprovado uso de álcool. O veículo tem histórico de muitas por excesso de velocidade.