Pesquisa no Google

 
bove=""

 

Rádio Web

Publicidade

 

Ricardo Stuckert

"Nem a condenação pelo juiz Sérgio Moro, nem a coleção de denúncias, nem as acusações e a carta de Palocci impediram que as intenções de voto em Lula continuassem crescendo e alcançassem 35% nesta nova pesquisa", analisa a colunista Tereza Cruvinel, sobre os números do Datafolha; "Então, o andar de cima nacional enfrenta é um trilema: impedir Lula, assimilá-lo, através de um pacto que permita sua eleição; ou impedir Lula mas ter que assimilar a vitória de um outro nome indicado por ele. Entre o titular e o substituto, seria muito mais vantajoso apostar no primeiro, que seria amplamente legitimado, que já foi testado e que já levou ao país a um de seus melhores momentos econômicos e sociais depois da redemocratização", afirma