Pesquisa no Google

 
bove=""

 

Rádio Web

Publicidade

  

O deputado federal eleito Alexandre Frota (PSL-SP) terá que retirar de suas redes o vídeo em que acusa o vereador Gerson Florindo (PT-SP), de Ubatuba, de se vestir de eleitor de Bolsonaro para atacar Fernando Haddad durante um encontro com bispos em Brasília. 

A juíza Jane Franco Martins, da 40ª Vara Cível de SP, deferiu o pedido da defesa do vereador. Frota deverá retirar o vídeo em até 48h depois de notificado, sob pena de multa diária no valor de R$ 1 mil. Frota diz, por meio de seu advogado, que ainda não recebeu a notificação.