Pesquisa no Google

 
bove=""

 

Rádio Web

Publicidade

Blog da Folha

Na última segunda-feira, representantes do “Movimento Ele Não” compareceram à Promotoria de Justiça de Cidadania da Capital com atuação na Defesa dos Direitos Humanos solicitando ao promotor de Justiça Westei Conde apoio do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), a exemplo do ato ocorrido no dia 29 de setembro passado, para garantir a realização do ato público “Mulheres pela Democracia #ELENÃO”, previsto para ocorrer no próximo dia 20 de outubro, às 14h.

Na oportunidade, solicitaram ao MPPE a adoção de providências junto à Polícia Militar de Pernambuco, garantindo-se o direito à liberdade de expressão e manifestação do pensamento durante a realização do ato, principalmente tendo em vista os últimos episódios de violência ocorridos em Pernambuco e em todo o país, durante a eleição presidencial.

Segundo as organizadoras, o evento tem a expectativa de reunir cerca de 15 mil manifestantes. Além do Ministério Público, os integrantes do Movimento também encaminharam ofício solicitando a garantia de realização do ato à Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU), à Polícia Militar de Pernambuco (PMPE), ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE), ao Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco (CBMPE), ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e ao Governo do Estado.