Pesquisa no Google

 
bove=""

 

Rádio Web

Publicidade

Bolsonaro declarou à Justiça Eleitoral ter pouco mais de R$ 2 milhões em bens no ano de 2014 contra R$ 826 mil em 2010; segundo declarações ao TSE, em apenas 4 anos (48 meses) ele aumentou o patrimônio em mais R$ 1,2 milhão; em artigo ao 247, o advogado Roberto de Aquino Neves aponta: "Ora, dividindo R$ 1.248.021,97 por 48 meses dá R$ 26.000,45, que é quanto o deputado Bolsonaro teria que juntar mensalmente, durante 4 anos"; ele acrescenta: a renda bruta de Bolsonaro no período era de R$ 38 mil; teria que viver com 1,5 salário mínimo mês para ter acumulado semelhante patrimônio