Pesquisa no Google

 
bove=""

 

Rádio Web

Publicidade

 

 

 

 

 

 

 

Recado em bilhete a eleitores brasileiros

Mantido como preso político há mais de cinco meses e censurado pelo Tribunal Superior Eleitoral, que o proíbe de gravar vídeos em apoio a seu candidato Fernando Haddad, o ex-presidente Lula divulgou, neste sábado, um bilhete endereçado a todos os eleitores do Brasil.

"A eleição do Haddad vai ser a resposta do povo brasileiro ao golpe. Aos que sabotaram a democracia e tentaram impedir a soberania do voto popular", escreveu Lula.

Segundo o Datafolha, 32% dos brasileiros votam com certeza em quem Lula indicar e 16% podem vir a votar. Isso significa que o piso de Fernando Haddad, em quem Lula declara seu apoio, é de 32%, enquanto seu potencial de votos, de 48%, seria suficiente até para uma vitória em primeiro turno.

Em vídeo, Lula pede "de coração" que todos que votariam nele votem em Haddad, que tem o desafio de se tornar mais conhecido na reta final da campanha.(BR 247)