Pesquisa no Google

 
bove=""

 

Rádio Web

Publicidade

 

Blog do NILL JUNIOR

Ex-prefeito voltou a dizer que, se reunir condições, disputará prefeitura em 2020

O ex-prefeito de Afogados da Ingazeira,  Totonho Valadares (PSDB), afirmou que ainda não decidiu em quem votará para governador este ano. Valadares é filiado ao PSDB e seu partido está no bloco do Senador e candidato da oposição, Armando Monteiro, do PTB.

Ele disse ter recebido Armando monteiro em sua casa quando da vinda do Senador ao Pajeú, mas que depende de uma conversa que espera ter com o governador e candidato à reeleição, Paulo Câmara.

“Ainda não tomei uma posição sobre em quem votar para governador. Gostaria que a Marília pudesse participar porque seria uma eleição com disputa mais interessante. Tenho uma ligação pessoal muito boa e recebi a visita de Armando Monteiro. Fernando Filho, Mendoncinha e assessores. Batemos um papo e fui muito sincero, que não tinha uma posição naquele momento. Sabia que votaria em Jarbas, Mendocinha, Gonzaga Patriota e Waldemar Borges”, afirmou.

Valadares reclamou do tratamento de Paulo Câmara. “Sempre tive afinidade com Arraes e Eduardo Campos. Com Paulo Câmara, não tenho essa proximidade. Nunca fui procurado. Nunca tive uma conversa”, reclamou.

Totonho voltou a dizer que se reunir condições eleitorais, como liderança em pesquisa, tiver saúde e reunir condições jurídicas será candidato a prefeito de Afogados em 2020. Ele informou que foi absolvido do ressarcimento ao erário público em processo federal, por convênio com o Ministério do Turismo para a Expoagro de 2010. A decisão, de um desembargador federal, foi pela redução para multa de R$ 15 mil. “Até da multa estou recorrendo”, adiantou.

Ele disse ainda não ter sido informado por José Patriota sobre seu apoio a João Campos e Aline Mariano. Sobre a gestão, limitou-se a dizer que a considerava boa e que costumava fazer essa avaliação diretamente ao gestor. “Temos a coragem de dizer um ao outro”, colocou.