Pesquisa no Google

 
bove=""

 

Rádio Web

Publicidade

“Essa agressão bárbara não afetará, de forma nenhuma, a determinação do povo sírio e de suas heroicas Forças Armadas”, declarou um porta-voz do ministério à agência de notícias estatal SANA. “Essa agressão irá apenas aumentar as tensões em todo o mundo”, disse. O general reafirmou que os ataques “não irão deter” o exército sírio de erradicar “terroristas armados” do país. Desde a intervenção americana na Síria, grupos terroristas vêm sendo financiados pelos Estados Unidos para tentar derrubar o governo de Bashar al-Assad