Pesquisa no Google

 
bove=""

 

Rádio Web

Publicidade

A cultura do ódio no Brasil vem sendo semeada desde 2013, por veículos de comunicação, que chegaram até a sugerir a eliminação física de seus adversários, como fez Veja, numa capa em que exibia a cabeça de Lula cortada e ensanguentada; a resultante desse processo é a ameaça fascista que paira sobre o Brasil, refletida na candidatura de Jair Bolsonaro, e que ajudou a matar a ativista e vereadora Marielle Franco; "Toda execução de político é um ato político: junto com o representante, querem matar tudo o que representa", diz Gregório Duvivier; Marcia Tiburi adverte que o assassinato de Marielle é também um recado dos fascistas para toda a esquerda